Friday, May 30, 2008

Consultório sentimental da Dona Bárbara


Acho que a maioria das pessoas que lê este blog (não são tantas assim) sabem que eu trabalho na revista CAPRICHO. Sou repórter de entretenimento, mas tem uma sessão da revista que toda a redação pode ser "convocada" a participar. Chama-se Terapia de grupo e funciona assim: uma leitora manda uma dúvida ou problema pessoal e várias pessoas tentam ajudá-lá, entre essas uma "mulher experiente".
Eu devou ser uma boa conselheira porque já fui escalada algumas vezes para ser essa "mulher experiente". Adoro. É engraçado, porque me lembro que, quando estava no colégio, fiz um teste vocacional e, além de jornalimo, conselheira matriomonial era uma das profissões sugeridas. Então, gente, só tenho uma coisa para dizer: isso é tipo uma vocação minha, mesmo! hahahaha
Bom, mas na última edição da revista o problema era esse:

No ano passado, conheci um menino novo na escola, o X, e acabei me tornando amiga dele. Até aí tudo bem, nós éramos só amigos e eu não sentia nada por ele além de amizade. Acabei me apaixonando por ele, e pior, eu estou namorando.Pedi pra ficar com ele e ele disse que nem rola, porque ele tem medo de estragar a amizade, que tem medo de que a gente não se olhe mais com os mesmos olhos e que, além disso, que eu tô namorando. O que faço? Devo terminar meu namoro e tentar conquistá-lo, ou é melhor esquecê-lo? Continuo dando em cima dele ou esqueço essa história? Está muito difícil esquecê-lo, já que ele é muito meu amigo e o vejo todo dia, na minha turma de amigos. Preciso de um conselho! beijos Elisa M."

E este foi meu conselho:
Bom, uma coisa de cada vez, Elisa. Primeiro termine com seu namorado. Você não gosta mais dele é não é honesto continuar nesse relacionamento. Além do mais, solteira você pode dedicar toda sua energia para conquistar seu amigo. Ao ver que você terminou o namoro, ele vai perceber que você está falando sério quando diz que gosta dele. Sobre a preocupação dele de estragar a amizade, você pode dizer que essa amizade já estragou. Você não o vê mais como amigo e sim com um namorado em potencial. É só solteira você pode focar suas energias em fazer disso realidade!

*** O que vocês acharam? Sou uma boa conselheira amorosa? Vocês tem alguma dúvida sentimental? Me mandem! Promento tentar ajudar...

8 comments:

Fred Di Giacomo said...

Eu ajudei na dica, eu ajudei na dica...

Tereza said...

Dona Bárbara,
Sou uma senhora nova, de 50 anos, tenho dois filhos lindos, um marido muito querido, e um enteado bem legal. Não consigo convencê-lo a parar de fumar (3 a 4 carteiras por dia!).
Por favor linda , maravilhosa e divina coselheira: o que posso fazer?

Tereza said...
This comment has been removed by the author.
Tereza said...

em tempo: quem fuma muito e eu gostaria que parasse é o meu maridão, o Genório.
Sou Tereza Alba, meu filho tem por alcunha Damaxco, minha belíssima filha Teodora é um amor,muito bem casada com um rapazote chamado Odorico,conhecido por "Odor", e meu enteado o Vandré está muito bem.
Todos queremos que o Genório pare de fumar.
Muito agradecida por me ajudar.

5:49 AM

Nathália Affel said...

já deve ser a terceira vez que te vejo na terapia!
HAHAHAH
dona mulher experiente!

Pode deixar que em alguma das minhas crises existenciais eu vou me consultar com você!

'paiáça'

Ana Alice said...

Esse conselho não vale, hahahaha... mas ó, mandou muito bem!!!!!!

Thais Aux said...

Oi, Bárbara! Eu tinha lido isso na Capricho já... eu achei legal o seu conselho sim!!! Se a menina não gosta mais do cara e fica pensando no outro, tem mais é que ficar com o outro, não é verdade? :D

Bjs!

renata said...

se a guria soubesse que o conselho veio de uma outra guria que casou com o melhor amigo ela ia obedecer na hora!!!!!!! ;)

Saudades de ti!! vim te ler pra cura-la!! bejos!!